Home / Destaque / Homem mata ex-companheira em via pública em São Gabriel
Joy Buteco

Homem mata ex-companheira em via pública em São Gabriel

Homem mata ex-companheira em via pública em São Gabriel

 

Um crime bárbaro chocou a comunidade de São Gabriel, cidade vizinha a Rosário do Sul, na manhã de segunda-feira (5). Um homem de 32 anos assassinou em via pública a ex-companheira, de 23. O fim do relacionamento teria ocorrido há três meses e o acusado não teria aceitado a decisão. Militar reformado do Exército Brasileiro, ele foi preso em flagrante.

A comerciária Paula Estefânia Schultz foi morta pelo ex-companheiro, Rogério Biscaglia Righi, na Avenida Francisco Chagas, por volta das 7h30 da manhã de segunda-feira. Segundo a Polícia Civil e a Brigada Militar, a vítima caminhava em direção ao trabalho quando foi interceptada pelo homem, que a pressionou contra a parede usando um Ford Fiesta, desceu do veículo com uma faca e a degolou. A mulher teria morrido no local do crime.

A BM foi acionada e prendeu o autor do feminicídio em flagrante.
Segundo informações de familiares da vítima, ela tinha terminado o relacionamento com Righi há cerca de três meses. Foi relatado também que o acusado bebia muito e era agressivo com ela.

Imagens de videomonitoramento divulgadas pelo site A Notícia Online mostram que o homem teria perseguido a vítima por cerca de duas quadras antes de cometer o crime. Paula deixa um filho de um ano e seis meses. O autor teria fortes ligações também com o município de Rosário do Sul, possuindo familiares, amigos e ex-colegas na cidade.

No dia em que o Brasil abre a 10ª edição da Campanha Justiça pela Paz em Casa (ação criada em 2015 como um esforço concentrado de julgamento de casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres realizado por vinte e sete tribunais de justiça), São Gabriel registrou mais um caso de violência contra mulher. Uma jovem – de 23 anos – foi assassinada quando ia de casa para o trabalho. Paula Estefani Schultz Lopes Lacerda foi morta pelo ex-companheiro, identificado como sendo Rogério Biscaglia Righi, de 33 anos.
O crime abalou São Gabriel. A vítima foi esfaqueada no pescoço e ainda permaneceu viva por alguns minutos. O homem foi detido por um militar do Exército Brasileiro que passava pelo local. O mesmo militar ainda tentou socorrer a mulher, que acabou falecendo no local.
Foi o primeiro feminicídio registrado em 2018 e o quinto homicídio em pouco mais de dois meses em São Gabriel. Rogério é militar da reserva e foi encaminhado, ainda no final da manhã, para o Presídio Estadual, mas nem chegou a dar entrada. Ele acabou sendo reconduzido para uma Unidade Militar da cidade. Ele preferiu não falar sobre o caso.
Segundo o Delegado de Polícia, José Soares Bastos, familiares informaram que o casal estava separado há dois meses. Rogério, no entanto, não aceitava a separação e vinha tentando reatar a relação.
Imagens de videomonitoramento (veja o vídeo) mostram que o homem vinha perseguindo a vítima a cerca de duas quadras antes do crime. Ao chegar na Avenida Francisco Chagas, Rogério acelerou o carro (um Ford Fiesta) e fechou a mulher na calçada. Conforme testemunhas, ele desceu do veículo armando com uma faca. Foram duas estocadas no pescoço.

Paula deixa um filho de 1 ano e 6 meses. Além do menino, Rogério ainda tem uma filha, de seis anos, de outro relacionamento.

 

MOBILIZAÇÃO – A comunidade de São Gabriel deve realizar uma caminhada em protesto aos casos de feminicídio no próximo domingo (11). O ato inicia às 15h, com saída da Avenida Francisco Chagas, no local onde Paula Schultz foi assassinada. A ação homenageará a lembrança de vítimas como Schultz e também Danuza Godinho da Silva Madrid, 24 anos na época, estrangulada pelo ex-marido.

Com informações do Caderno 7 e do A Notícia Online

Sobre Pedro Mello

Veja Também

Prefeitura presente na homenagem ao C.T.G Querência Charrua pelos seus 50 anos

O  CTG  Querência Charrua do Jacaraí  comemora, este mês, seus 50 anos de  existência com um legado  em favor do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *