Web Noticias Alegrete

Educação

Motorista acha documento perdido e o leva para que estudante de Alegrete faça o Vestibular da UFRGS

Vestibulanda havia esquecido a carteira de identidade no carro de aplicativo que a levou ao local da prova.

A estudante Maria Dalcin, de Alegrete, na Fronteira Oeste, presta o Vestibular da UFRGS em Porto Alegre. Porém, ela quase foi impedida de realizar as provas do primeiro dia, no sábado passado (23), por não estar com a carteira de identidade. Quem encontrou o documento e permitiu que ela fizesse o teste foi o motorista de aplicativo que a levou ao local da prova.

Era o compromisso mais importante do ano. Por isso, saiu cedo, conferiu os documentos. Só que, quando chegou ao local da prova, percebeu que a identidade não estava no bolso.

"Eu acionei o aplicativo [de compartilhamento de viagens], fui em casa e tentei encontrar. Tinha mais ou menos certeza de que eu não tinha deixado lá, porque lembrava de ter descido com ela."

Enquanto isso, o motorista Heitor Rubenich já estava em outra corrida com outra passageira. Foi ela quem achou o documento de Maria atrás do banco do motorista.

"Uma situação delicada, né? A menina se preparou o ano todo e vai perder por ter deixado o documento no meu carro", lamentou Heitor.

Imediatamente, ele voltou ao colégio onde Maria faria a prova para entregar a identidade.

"Consultamos a lista de inscritos fixada no muro da escola e descobri que o nome dela estava ali, na sala 109. O porteiro, gentilmente, levou a identidade dela para a sala. Só que voltou com a notícia de que ela não estava lá. Fiquei triste. Pensei: 'Onde será que ela foi?'", indagou o motorista.

Depois de procurar e não achar a identidade em casa, Maria voltou ao colégio com uma carteirinha de estudante. Chegou ao local faltando um minuto para o portão fechar.

"Quando eu cheguei na porta da sala, a fiscal me falou: 'Oh, é você! Tá aqui a identidade'. 'Como assim? Eu nem entrei aqui'. Aí ela comentou que tinha ficado dentro do carro e que o senhor tinha ido lá devolver."

"Esperei atá às 15h", diz Heitor, se referindo ao horário do início das provas. "Ela passou por mim, não me viu, eu também não vi ela."

Só na segunda-feira é que ele ficou sabendo que Maria tinha conseguido fazer a prova, quando a empresa de aplicativo colocou os dois em contato.

Outra coisa que ele nem sonhava é que a história já havia viralizado na internet. Maria fez uma publicação agradecendo a ele, que já tem milhares de curtidas. Quando finalmente se encontraram, ela tinha até um presente para o motorista.

"A única recompensa que eu realmente espero é que tu passes no vestibular", diz Heitor.

"Vou ser muito grata ao senhor. Eternamente", responde Maria, que garante ter guardado com cuidado a identidade para as provas deste sábado. "Vai ficar bem colada comigo. Não foge de mim!"

Página:

http://webnoticiasalegrete.com/noticia/educacao/2019/11/30/motorista-acha-documento-perdido-e-o-leva-para-que-estudante-de-alegrete-faca-o-vestibular-da-ufrgs/633.html