Geral

Jovem que debochou de entregador de lanche perde título de Miss

Publicado dia 26/10/2019 às 00h56min | Atualizado dia 26/10/2019 às 01h04min
A jovem Bruna Reis Figueiredo não ostenta mais o título de Miss Campo Novo do Parecis

A jovem Bruna Reis Figueiredo não ostenta mais o título de Miss Campo Novo do Parecis. Ela foi punida pela organização do Concurso Miss Mato Grosso 2019, que anunciou, no final da tarde desta sexta-feira (25), a retirada do título após ela ter gravado e publicado vídeos em seu Instagram debochando de um entregador de lanches e comidas que utilizava uma bicicleta.

Ela gravou o rapaz um uma avenida de Cuiabá, onde ela mora, apesar de que até então, carregava a “coroa” de miss representando Campo Novo do Parecis.

Nas publicações ela disse o seguinte: “Não acredito, hein?! Tá ruim para mim, tá ruim para você e tá ruim até para o Uber Eats. Olha isso daqui”, disse, aos risos, no vídeo publicado por por ela nos histories, que são publicações temporárias que somem depois de 24h.

Em outro vídeo ela prosseguiu com o deboche. “É ai que você vê porque sua comida chega atrasada. A pessoa, além de estar de bicicleta, está na marcha lenta. Não está conseguindo subir a ladeira”, diz em meio a risos.

Após as publicações serem reproduzidas em sites de portais de notícias, ela foi duramente criticada e logo em seguida bloqueou seu perfil no Instagram. No entanto, pediu desculpas através de frases deixadas visíveis nos três perfis que levam o nome dela. Bruna Reis reconhece que “errou” e diz que vai “reparar o erro”.

Apesar disso, os organizadores retiraram dela o título de miss porque “ela feriu os princípios que regem o concurso e a função que uma representante precisa exercer durante o período em que assumiu o compromisso de ser miss”.

Veja a íntegra do comunicado

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A organização responsável pelo Concurso Miss Mato Grosso 2019 informa que decidiu em retirar o título de Miss Campo Novo do Parecis 2019, de Bruna Figueiredo.

Bruna feriu os princípios que regem o concurso e a função que uma representante precisa exercer durante o período em que assumiu o compromisso de ser miss. Ainda na segunda-feira (28), Bruna Figueiredo será notificada da decisão.

A organização repudia qualquer atitude discriminatória ou que deprecie outro ser humano. Tal conduta não é condizente com a função assumida ao conquistar a coroa que ela representa.

Lamentamos o ocorrido e reiteramos nosso compromisso, seriedade e respeito que o Concurso Miss Mato Grosso tem com a sociedade mato-grossense.

Warner Willon e Nadeska Calmon
Organização Miss Mato Grosso 2019

Fonte: Agora Mato Grosso


Fale Conosco

Av. seu Endereço Alegrete-Rs
(55) 99217-4388 | (55) 99217-4388 | (55) 99217-4388
romariohorti@hotmail.com