Home / Destaque / Prefeitura abre licitação para contratar serviços emergenciais para o Centro de Proteção Animal

Prefeitura abre licitação para contratar serviços emergenciais para o Centro de Proteção Animal

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria de Saúde e do Centro de Proteção Animal, abriu pregão para contratação de serviços para atender casos de emergências em pequenos animais.

Podem participar do pregão todas as clínicas veterinárias da cidade, que deverão prestar os serviços após o horário de expediente dos servidores do Canil Municipal, ou seja, das 17h30min às 7h, além de feriados e finais de semana.

Estes atendimentos são exclusivamente de emergência, como atropelamento ou acidentes de cães em situação de rua. Somente a médica veterinária responsável pelo Centro de Proteção, Aline Gasparotto, poderá realizar os encaminhamentos, através de contato direto com a clínica.

“Os cães que tem proprietário e que forem recolhidos, sem a manifestação dos donos, serão acolhidos como responsabilidade do município, cabendo ao município tomar qualquer tipo de decisão a respeito do futuro do animal. No caso do proprietário se apresentar, os custos serão repassados para o mesmo. Vale lembrar que os cães são de responsabilidade do proprietário, sendo que cabe a ele dar alimentação e moradia apropriadas, além de suprir necessidades médicas do animal de estimação. Não é responsabilidade do município ou das ONGs cuidar de animais com dono. ”, destaca a veterinária Aline Gasparotto.

A equipe do Centro de Proteção Animal é composta por uma veterinária, uma assessora responsável pelas adoções e outros cinco funcionários para auxiliar na manutenção, limpeza e cuidado com os animais. A alimentação e os funcionários são de responsabilidade da prefeitura e as medicações para tratamentos médicos são custeados em parte pela prefeitura e parte pela ONG OPAA. A demanda do Centro de Proteção e a população de animais de rua é enorme em Alegrete e entre as principais solicitações está o recolhimento de animais e filhotes abandonados e atendimento de animais acidentados.

 “A grande maioria dos cães recolhidos em situação de emergência possuem dono, que nunca mais aparecem. Portanto, nós pedimos que as pessoas só tenham os animais que possa manter, com pátio fechado, moradia, alimentação e condições para tratamento médico, pois esses animais dependem única e exclusivamente de seus tutores. ”, ressalta Aline.

O centro de proteção também disponibiliza cães para adoção responsável, já castrados e vermifugados, e com muito amor para dar e receber. O contato para adoções ou para denúncias e reclamações pode ser feito através do setor de Ouvidoria do município, pelo telefone 0800 644 1621 ou pelo telefone do Canil (55) 991490457.

Web Noticias Alegrete

 

Sobre Pedro Mello

Veja Também

Prefeitura de Uruguaiana regulariza terrenos ocupados por 55 famílias

O termo de posse foi entregue aos moradores, que passam e ter direito sobre a ...