Home / Destaque / Sala para acolhimento de Mulheres vítimas de violência é inaugurada na Delegacia de Polícia
Joy Buteco

Sala para acolhimento de Mulheres vítimas de violência é inaugurada na Delegacia de Polícia

A Prefeita Cleni Paz da Silva participou na tarde de sexta feira  (08), da solenidade de inauguração da Sala da Mulher, na Delegacia de Polícia.

A sala servirá para o atendimento das mulheres vítimas de violência doméstica. O atendimento será realizado pelas servidoras da delegacia, Denise Castro Braga e Simone Goulart Fernandes.

Essa antiga demanda da comunidade foi articulada pela vereadora Firmina Soares(PDT), que trabalhou desde2017 para a implantação da sala.

A Prefeita comentou sobre essa importante conquista para o município. “Esse é um dia histórico, mais um degrau alcançado na luta contra a violência doméstica, embora seja um degrau que não gostaríamos de estar subindo. Os índices de violência doméstica têm crescido em nosso município e por isso é necessário encontrar outros mecanismos para enfrentar a violência contra a mulher, não só promovendo o acolhimento da mulher, mas também tratando o agressor. Quem sabe, na próxima Semana da Mulher poderemos propor palestras para os homens, pois já estamos trabalhando através da Secretaria de Saúde e do Sistema de Saúde Mental do município com um grupo de agressores.  Outra questão que não poderia deixar de falar, é que no orçamento de 2018 já estão previstos recursos para uma casa de acolhida à mulher vítima de maus tratos, projeto que deve ser implantado este ano e já contamos também com um quarto na Casa de Passagem, para a acolhida dessas vítimas.”.

O delegado regional, Juliano Carvalho, falou sobre importância deste  momento histórico. “Esse é um momento histórico e uma grande conquista para Alegrete, que agora tem um espaço para atender as mulheres vítimas de maus tratos. Sabemos o quanto é importante e o quanto foi articulado para que esse espaço existisse e nossas servidoras estão empenhadas com um atendimento acolhedor e qualificado. Quem sabe esta sala não é o primeiro passo para termos uma Delegacia da Mulher em Alegrete.”

A juíza Lilian Frazmann falou sobre este avanço. “Com certeza este é um degrau a mais, alcançado nessa importante luta contra os maus tratos às mulheres. Percebemos que a sociedade está preocupada em querer buscar um espaço como esse, de acolhimento às vítimas que  denunciam o seu sofrimento e com certeza um espaço preparado para elas e seus filhos faz toda a diferença. Com certeza, a partir de agora caminha-se para a conquista de uma Delegacia da mulher.”.

O Presidente da Câmara de Vereadores, Luciano Belmonte, comentou sobre a ocasião. “Essa é uma conquista que nos mostra que com a união dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário é possível fazer as coisas acontecerem. Com índices de violência crescentes em nosso município, esse será um espaço especializado para o acolhimento dessas vítimas e com certeza um degrau para outras conquistas neste sentido.”.

A Vereadora Firma Soares falou sobre o sonho realizado. “Estou muito feliz em ver este sonho realizado. Muitas vezes estive aqui no plantão presenciando o sofrimento das mulheres e hoje estamos aqui entregando esta sala para que essas mulheres possam ser acolhidas e ouvidas, o que é uma grande vitória. Agradeço à Policia Civil, aos servidores e a todos os que  foram parceiros para a montagem da Sala Lilás.”.

Prestigiaram o evento autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, Delegado Juliano Carvalho, servidores da Polícia Civil e representantes de entidades.

Sobre Pedro Mello

Veja Também

Sete pessoas são mortas a tiros em Viamão

Chacina ocorreu no bairro Vila Índio Jari Sete pessoas foram mortas a tiros durante a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *