Cidade

Fatalidade chocou o mundo do cavalo crioulo em remate na cidade de Bagé

Publicado dia 15/12/2018 às 11h01min
Choque elétrico em narrador de remates o levou a óbito

Aluízio Perez, médico veterinário, ginete e domador, morreu vítima de choque elétrico

durante remate em Piratini (foto arquivo pessoal)

Uma fatalidade chocou o mundo do cavalo crioulo na noite desta sexta-feira (14). O médico veterinário, ginete e domador Aluízio Perez, 24 anos, morreu durante a realização de um remate na Cabanha Veio D'Água, em Piratini.

A causa da morte foi um choque elétrico (eletroplessão).

O bajeense Aluízio Menezes Peres, 24 anos, morreu após uma descarga elétrica enquanto utilizava um microfone, na noite de ontem (14), em Piratini. Ele participava de um remate. Peres era veterinário, domador e ginete.

Segundo informações da Rádio Difusora, a fatalidade aconteceu quando, por volta das 23h, Aluízio pegou o microfone para dar uma informação sobre um dos animais do remate, quando ocorreu a descarga. Ele morreu na hora. Segundo a Rádio Difusora de Bagé, por volta das 23 horas, Aluízio Menezes Peres foi dar uma informação no microfone sobre uma égua que não fazia parte do lote a ser leiloado no evento e ao pegar o segundo microfone, ele sofreu um choque elétrico violento, falecendo na hora.

Lulu, como era conhecido e natural de Bagé, conquistou vários prêmios, entre eles o 1º lugar no Redomão da Lagoa, em 2016. Também era conhecido no meio campeiro, por participar de vários eventos relativos ao cavalo crioulo, como o Freio de Ouro. Lastimável perda!

 

 

Fonte: Web Noticias Alegrete


Fale Conosco

Web Noticias Alegrete Alegrete-Rs
(55) 9921-74388 | (55) 9217-4388 | (55) 9921-74388
romariohorti@hotmail.com