Entretenimento

Mangueira é campeã do Carnaval 2019 do Rio de Janeiro

Publicado dia 06/03/2019 às 16h29min | Atualizado dia 20/03/2019 às 22h46min
Escola levou para a Marquês de Sapucaí o enredo “História pra ninar gente grande”, fez críticas e homenagens

A Estação Primeira de Mangueira é a campeã do grupo especial de escolas de samba do Carnaval do Rio de Janeiro 2019. Com o enredo “História pra ninar gente grande”, a escola abordou temas que marcaram o Brasil, fez críticas e homenagens na Marquês de Sapucaí. O título foi garantido antes da revelação da última nota.

A verde e rosa foi a sexta a passar pela avenida no segundo dia grupo especial, já na madrugada desta terça-feira (5/3), e empolgou a arquibancada, que entoou gritos de “campeã”.

O público ficou emocionado quando surgiu, no desfile, a imagem de Marielle Franco, vereadora assassinada a tiros em 14 de março de 2018, no Rio. Integrou a última ala da escola a viúva de Marielle, Monica Benicio.

O trabalho da Mangueira recebeu o Estandarte de Ouro, do jornal O Globo, que considerou o samba-enredo, o desenvolvimento da agremiação na avenida, o trabalho de alegorias e as fantasias.

As seis primeiras colocadas participam do desfile das campeãs, no próximo sábado (9/3). As duas últimas foram rebaixadas e vão desfilar na séria A em 2020.

Ordem do desfile das Campeãs do Carnaval do Rio 2019

Início do desfile 9 de Março (Sábado)
21:15 Mocidade
22:20 Portela
23:25 Salgueiro
00:30 Unidos de Vila Isabel
01:35 Viradouro
02:40 Mangueira

 

Veja a letra do samba-enredo:

Brasil, meu nego deixa eu te contar
A história que a história não conta
O avesso do mesmo lugar
Na luta é que a gente se encontra
Brasil, meu dengo a Mangueira chegou
Com versos que o livrou apagou
Desde 1500
Tem mais invasão
Do que descobrimento
Tem sangue retinto pisado
Atrás do herói emoldurado
Mulheres, Tamoios, Mulatos
Eu quero um país que não tá no retrato
Brasil, o teu nome é Dandara
A tua cara é de Cariri
Não veio do céu
Nem das mãos de Isabel
A liberdade
É um dragão no mar de Aracati
Salve os caboclos de julho
Quem foi de aço nos anos de chumbo
Brasil, chegou a vez
De ouvir as Marias, Mahins, Marielles, Malês
Mangueira, tira a poeira dos porões
Ô, abre alas
Pros seus heróis de barracões
Dos brasis que se faz um país de Lecis, Jamelões
(São verde e rosa as multidões)

Confira galeria de fotos :

 

Fonte: Web Noticias Alegrete


Fale Conosco

Web Noticias Alegrete Alegrete-Rs
(55) 9921-74388 | (55) 9217-4388 | (55) 9921-74388
romariohorti@hotmail.com